Fique por dentro dos tipos de fraudes em seguros mais comuns

A fraude em seguros se trata de um ato intencional com a finalidade de receber indenização ou benefício que de outra forma não se teria direito. Os tipos de fraudes em seguros têm aumentado cada vez mais e quando essa infração é descoberta, pode levar a sérias consequências, inclusive prisão.

Entre as principais causas das fraudes estão a falta de eficiência na análise de cada caso, facilitando a realização das ações, tendo em vista a percepção do infrator em relação à falta de fiscalização e investigação.

Pensando nisso, elaboramos este post para mostrar quais são os tipos de fraudes mais comuns, suas consequências e as estratégias implementadas pelas seguradoras para evitá-las. Confira!

Duas pessoas usando máscaras.

Quais são os tipos de fraudes em seguros mais aplicados?

Dessas infrações, existem as mais comuns. Veja quais são por categorias.

Seguro de patrimônio

Pelo fato desse tipo de seguro cobrir danos físicos às residências ou estabelecimentos comerciais, como incêndio ou roubo, os fraudadores dessa modalidade costumam elevar a extensão da tragédia para receber uma indenização maior. Um outro tipo de fraude é a criação de um estoque artificial na empresa, em seguida a geração de um incêndio criminoso para receber o montante do seguro, por exemplo.

Seguro de veículos

Um tipo de fraude comum em relação ao seguro de veículos é o conhecido autorroubo. Nesse caso, o condutor vende o veículo para um desmanche, por exemplo, e depois afirma que o veículo foi roubado. Outro já facilita a ocorrência do crime, deixando a porta aberta ou a chave na ignição.

Mais uma maneira de cometer a fraude é a inversão de responsabilidade, que ocorre quando uma pessoa sem seguro bate em outro carro com a cobertura. Então, os envolvidos acordam que o motorista com seguro vai assumir a culpa e o responsável pelo acidente vai arcar com o montante da franquia. Além disso, outro caso comum é o aproveitamento da chance para consertar danos que não têm relação com o abalroamento em questão.

Seguro de transporte

O condutor informa sobre o roubo ou acidente, no entanto, a carga foi entregue em lugar diverso de seu destino, com ou sem a anuência da empresa responsável pelo transporte. Além disso, existem casos em que o roubo de carga foi parcial e o beneficiário afirma ser total com o intuito de receber uma indenização mais alta.

Seguro de vida

A quantia a receber presente na apólice do seguro de vida pode fazer com que alguns beneficiários cometam crimes. Como o homicídio do titular do seguro, ou medidas menos extremas, como a simulação de morte, acidente ou automutilação.

Quais são as consequências para os beneficiários que cometem fraude?

A fraude influencia diretamente o valor do serviço, que é mensurado de acordo com os custos da seguradora, constituídos especialmente pelos benefícios e indenizações pagas. Quanto mais dinheiro é gasto devido à fraude, maior fica o preço do seguro.

A prática de má-fé cometida pelo segurado pode gerar a negativa de cobertura por parte da seguradora. Além disso, esse ato pode configurar crime de estelionato, previsto no artigo 171, parágrafo 2º do Código penal, sob pena do cumprimento das penalidades definidas.

Devido aos diversos tipos de fraudes em seguros aplicados, as seguradoras têm buscado estratégias eficientes para se protegerem quanto a isso. Por exemplo, com a implementação de controles internos de prevenção de golpes e identificação de inconsistências, adoção de um canal disque fraude, entre outros.

Agora que entende melhor sobre as fraudes aplicadas nos seguros, aproveite sua visita para ler tudo o que você precisa saber sobre seguro garantia judicial e saiba mais sobre o assunto!

Imagens: máscara,.