Com as tags

saiba mais

renovação seguro de automóvel

Renovação do seguro do carro. O que você deve considerar para rever este investimento?

A renovação do seguro do carro é uma oportunidade de rever o investimento.

A renovação do seguro do carro deve ser um momento de reavaliar se a cobertura fornecida pela atual seguradora está de acordo com as suas necessidades ou não.

E a partir dessa análise, pode surgir uma oportunidade de conseguir um preço mais em conta ou, pelo menos, uma cobertura mais adequada.

Confira a seguir o que você precisa considerar antes de fazer a renovação de seguro do seu veículo.

Como avaliar se a seguradora continua sendo a melhor opção?

O primeiro ponto a ser avaliado é o seu nível de satisfação. Você precisou acionar algum serviço da sua seguradora no último ano? Ficou satisfeito com o atendimento e o resultado?

Se tiver tido qualquer problema, é um sinal de alerta para dar uma olhada no que a concorrência tem para oferecer.

Caso você não tenha utilizado os serviços, talvez sinta que está pagando muito caro por um serviço que não usa. Pode tentar negociar um desconto, ou mesmo tirar proveito da classe de bônus. Segurados que não tiveram nenhum sinistro ou multa ao longo da apólice têm direito a desconto.

Só fique atento para não mudar para uma seguradora mais barata e menos completa, e acabar precisando de uma cobertura que não tem mais nessa nova apólice. Lembre-se de que mesmo os motoristas mais cuidadosos não são imunes a se envolverem em um acidente com terceiros.

E se você utilizou os serviços da seguradora e ficou satisfeito, não teria muito motivo para mudar. Ainda assim, existe a oportunidade de tentar negociar um desconto com a corretora pelo relacionamento, para garantir a sua fidelização.

O que considerar na renovação do seguro de seu carro.
Tente negociar um desconto com a corretora, para garantir a sua fidelização.

Como avaliar o valor do reajuste?

Nesse quesito, vale a pena fazer uma pesquisa de mercado, ou mesmo conversar com amigos que tenham perfis e automóveis semelhantes ao seu, para saber se o valor cotado na renovação está dentro da média.

Se o carro é o mesmo, e as suas informações de perfil fornecidas não mudaram, não há motivo para aumento no valor. Principalmente quando não houve sinistro, a tendência é até aumentarem os descontos.

Algumas alterações no perfil podem até dar direito a uma redução nos valores, como por exemplo:

  • um homem jovem, que passa dos 26 para os 27 anos, já sai do perfil de maior risco;
  • passar a ir trabalhar de fretado em vez de usar o carro;
  • mudar para um prédio com garagem coberta e portão eletrônico;

É muito importante responder corretamente às perguntas do questionário de perfil, não esqueça de tirar proveito dessas vantagens quando forem pertinentes.

Outra opção para baratear um pouco mais é mudar a franquia de normal ou reduzida para aumentada. Diminuindo assim o prêmio pago na renovação. Só tenha em mente que, na eventualidade de um acidente, o valor pago da franquia será mais alto.

Quando é indicado mudar de seguradora?

Na renovação do seguro existem várias possibilidades de reduzir os custos junto à sua seguradora atual. Por conta do relacionamento e do histórico, fica até mais fácil de negociar.

Mas quando a sua seguradora realmente não está atendendo às suas necessidades, vale a pena procurar outro provedor de serviços.

Para mudar de seguradora é preciso ter uma série de cuidados. O carro deve passar por uma vistoria, e os termos da apólice devem ser revisados cuidadosamente para garantir que a cobertura está de acordo com as suas necessidades e expectativas.

Em resumo, a renovação de seguro é uma oportunidade de rever se o investimento está atendendo às suas necessidades e está de acordo com o seu orçamento. Aproveite este momento para buscar descontos e vantagens que podem agregar valor aos serviços contratados.

Gostou das nossas dicas? Então, siga-nos no Facebook e LinkedIn para receber mais conteúdos como este!

Imagens: Investimento, motoristas.

seguro rural

Seguro rural: 5 principais dúvidas sobre essa modalidade que visa a redução de perdas

O seguro rural assegura a continuidade das atividades agrícolas

Contratar um seguro rural é essencial para o produtor agrícola, tendo em vista os diversos prejuízos que podem ser causados pelos fenômenos da natureza, como clima, pragas, entre outros, impactando nos preços e na rentabilidade desse setor.

É um recurso importante por se tratar de uma alternativa para tornar o serviço financeiramente estável e reduzir as perdas, já que possibilita a recuperação do valor investido nas lavouras.

Se você quer conhecer melhor os principais pontos a respeito do seguro rural e esclarecer suas dúvidas, continue lendo este texto!

1. Para que serve o seguro rural?

É uma maneira utilizada para proteger o investimento realizado na agricultura, assegurando o recebimento de uma indenização a título de prejuízos provocados por fatores da natureza, como variações de temperatura, chuvas em excesso etc.

Em alguns casos, também poderá cobrir a perda resultante da variação do preço do produto.

A estiagem pode causar muitas perdas na produtividade.

2. Quem pode contratar o seguro rural?

Esse tipo de seguro pode ser contratado por toda pessoa física ou jurídica que faça o cultivo ou produza tipos agraciados pelo Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural, conhecido como PSR.

3. Como fazer a contratação desse seguro?

Para fazer a contratação, o produtor deve entrar em contato com uma seguradora devidamente capacitada pelo Ministério da Agricultura no PSR.

Caso já tenha cobertura Proagro ou Proagro Mais para um cultivo, não poderá ser coberto pelo PSR na mesma extensão.

Além disso, o produtor rural não poderá ter nenhum registro de impedimento nos cadastros dos órgãos do governo federal, por exemplo, estar inadimplente com a União.

4. Como solicitar o seguro rural?

Para pedir o seguro rural, o produtor deve apresentar os documentos em dia de sua propriedade e a planta da área total.

É necessário também estar com todos os impostos e demais obrigações pagos. Isso será avaliado por meio do Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin).

Informações sobre outros seguros feitos pelo solicitante também são analisadas e fazem parte do critério de avaliação.

A qualidade dos produtos pode ser comprometida por inúmeros fatores.

5. Como funciona o pagamento da indenização?

O produtor deve avisar a seguradora quando a lavoura sofrer algum sinistro, que é o fato provocador da perda.

Contudo, esse contrato vai estabelecer um limite para definir a partir do quanto de prejuízo o seguro será acionado (faixa de cobertura), que funciona como se fosse a franquia de um outro tipo de seguro.

Depois da comunicação sobre o problema, um perito enviado pela seguradora realizará uma avaliação na lavoura para identificar o valor das perdas. Nesse caso, não poderá haver colheita até a liberação do perito.

Conforme a Superintendência de Seguros Privados (Susep), o prazo para receber a indenização é de, no máximo, 30 dias, contados a partir da efetivação de todos os requisitos por parte do solicitante, em concordância com a regra vigente e respeitado o que estiver estabelecido nos termos contratuais do seguro.

Conseguiu compreender a importância do seguro rural? Por meio dele, é possível assegurar a continuidade das atividades agrícolas e promover maior segurança no que tange à qualidade dos produtos e aos investimentos aplicados.

Gostou deste conteúdo? Então, aproveite para ler também o nosso texto que explica o que é fundo de estabilidade do seguro rural.

Imagens: Milharal, caixa de madeira.

Existe limite de idade para contratar um seguro de vida?

Confira qual é a melhor idade para comprar um seguro de vida e garantir segurança para sua família!

Saiba mais sobre o seguro de vida e sobre suas coberturas.

A maioria da população brasileira não se preocupa em contratar seguro de vida com antecedência. Isso se deve, na maior parte dos casos, ao fato de não conhecer a importância de garantir a  sua segurança financeira e de suas famílias ou dependentes no futuro.

Além disso, existe a dúvida de qual a melhor hora para fazer tal investimento e o desconhecimento de que muitas seguradoras impõem um limite de idade para a contratação de certos serviços.

Assim, pensando nisso, elaboramos este texto para esclarecer os principais pontos sobre o seguro de vida e qual é o limite de idade para adquiri-lo. Acompanhe!

Como funciona o seguro de vida?

Em suma, o seguro de vida funciona como um contrato com a seguradora. Visando assegurar que os beneficiários indicados recebam um valor. A título de indenização em caso de morte (natural ou acidental), de doenças graves, por invalidez, dentre outros motivos.

Quais são seus benefícios?

Entre os benefícios principais do seguro de vida está a garantia e a proteção financeira dos dependentes do contratante, tendo em vista que a falta, o adoecimento ou a invalidez podem gerar o comprometimento do sustento da família. Ou seja, ele atua como uma ferramenta de acolhimento social. Já que auxilia na redução dos problemas financeiros enfrentados pelos beneficiários se algum dos riscos previstos acontecer.

Além disso, por meio do seguro de vida é possível assegurar:

  • quitação do financiamento da casa própria;
  • continuidade dos estudos dos filhos;
  • conservação da residência etc.

No caso de falecimento do segurado, o valor do seguro de vida pago pela seguradora não entra no inventário. Se tornando isento do Imposto sobre Transmissão Causa Mortis (ITCD).

Família sentada no porta malas de um carro a beira da estrada
É preciso pensar no futuro. O seu e o da sua família.

Quais são as coberturas disponíveis nesse tipo de seguro?

Além da cobertura nos casos de falecimento, de invalidez permanente ou de doenças graves, é possível contratar os serviços de indenização no caso de invalidez temporária por acidente ou por doença, se tornando uma boa opção para pessoas que atuam como profissionais liberais.

Outra cobertura existente é a que arca com despesas referentes a um funeral. Sendo uma boa alternativa para quem não quer que os familiares tenham que lidar com esse custo em um momento tão complicado.

Qual o limite de idade para a contratação do seguro de vida?

Mesmo não existindo o estabelecimento de um limite de idade para a contratação do seguro de vida em nenhuma legislação. Portanto, pode acontecer de as seguradoras não oferecerem algumas coberturas ou definirem restrições quanto à venda desse serviço para maiores de 65 anos.

É possível adquirir um seguro de vida com essa idade. Mas pode não ser uma boa ideia. Pois os valores cobrados podem ser bem mais caros que os pagos por quem se encontra em uma faixa etária menor.

Por esse motivo, quanto antes você começar a pagar pelo serviço, menor será o impacto em suas finanças. Pesquise várias corretoras, as coberturas oferecidas e os valores para avaliar qual atende melhor às suas necessidades.

Gostou deste texto? Então, curta agora mesmo nossa página do Facebook e fique por dentro de todas as atualizações! Contate-nos para fazer uma simulação de seu seguro de vida.

Conheça todas as modalidades do seguro de vida

Conheça 8 coberturas do seguro de vida que atendem as mais diversas situações

O seguro de vida é composto por várias coberturas para atender a diversas situações

As coberturas do seguro de vida são essenciais para a pessoa que busca oferecer segurança para seus familiares em caso de imprevisto, como acidente ou morte, garantindo condições para que possam arcar com as despesas do dia a dia.

O seguro de vida é composto por várias coberturas para atender a diversas situações. Portanto, para assegurar um investimento adequado e evitar a contratação de serviços que não serão utilizados, é importante entender as suas reais necessidades.

Pensando nisso, elaboramos este texto para mostrar as 8 principais coberturas existentes, de forma que você possa optar pelo melhor contrato. Confira!

1. Cobertura por morte

Pode incluir óbito por motivo acidental (acidente de trânsito), natural (idade mais avançada) ou os dois. Assim nesse tipo de cobertura, o valor contratado é repassado para o beneficiário definido no contrato, como esposa, filho ou outra pessoa previamente estabelecida.

No momento de escolher o seguro, é importante se informar a respeito dos riscos excluídos. Por exemplo, o falecimento devido a furacões ou outros desastres naturais.

2. Cobertura por invalidez

É uma opção que pode ser usufruída em vida. Já que serve nas situações em que doenças ou acidentes geram a perda parcial ou total de membros ou do funcionamento de órgãos. Afetando a capacidade de trabalhar.

Entre as principais coberturas do seguro de vida estão:

  • invalidez parcial ou total por acidente: ocorre em casos de acidentes (como uma queda) que causem uma incapacidade;
  • invalidez permanente total devido a acidente: é semelhante à anterior, contudo, a indenização será paga caso a invalidez seja completa;
  • invalidez permanente total ou parcial por acidente com majoração: geralmente é contratada por profissionais liberais que dependem de uma parte do corpo específica para trabalhar, como os médicos e cabeleireiros que precisam das mãos. Assim o valor depende da parte do corpo que possa ser mais prejudicada, com o fito de recebimento de uma indenização maior.

3. Cobertura por incapacidade temporária

A princípio essa cobertura garante financeiramente o segurado com o pagamento de diárias, se ele se afastar temporariamente de sua atividade remunerada por não ter condições de trabalhar, devido a motivos de acidente pessoal ou doença que forem cobertos pelo plano.

4. Cobertura antecipada por invalidez funcional permanente total por doença

Ocorre nos casos em que o indivíduo é diagnosticado com uma doença limitante, que impossibilite que viva da mesma forma e que gera gastos com tratamentos que, na maioria das vezes, são elevados e os planos de saúde não cobrem. Então, a seguradora efetua o pagamento da indenização antecipadamente.

Duas pessoas felizes em um carro, estão na janela, ambos felizes.

5. Cobertura por invalidez funcional permanente total por doença

Essa cobertura é referente à invalidez por doença. Funciona da mesma forma que as outras, mudando somente a causa da invalidez.

6. Cobertura de doenças graves

Em casos de diagnóstico de doenças graves, quem deseja se prevenir financeiramente pode contratar um seguro de vida com esse tipo de cobertura. Portanto entre as doenças cobertas por esse plano estão:

  • acidente vascular cerebral (AVC);
  • doença de Alzheimer;
  • câncer, leucemia, doenças malignas no sistema linfático, entre outras.

Os custos com tratamentos quimioterápicos são muitos altos, impedindo que o auxílio-doença consiga cobri-los, portanto esse é um bom exemplo do papel importante que exerce o seguro de vida.

7. Despesas médico-hospitalares e odontológicas

Assegura o reembolso, limitado ao valor contratado, referente às despesas médicas, hospitalares e odontológicas que o segurado tiver com seu tratamento. Assim é possível escolher livremente os prestadores de serviço, porém, os gastos devem ser comprovados por meio de notas fiscais.

8. Auxílio-funeral

Reembolsa os gastos com funeral do segurando em caso de falecimento no tempo de vigência. Assim a família pode escolher o serviço que achar melhor. E para receber a quantia gasta, até o limite da apólice, basta mostrar as notas fiscais. No contrato fica definido a quem o valor correspondente será pago.

Agora que entende melhor sobre as coberturas do seguro de vida, no caso de contratação. Não deixe de avaliar as situações mais adequadas ao seu perfil. Além disso, é essencial contar com o auxílio de uma corretora de confiança que vai orientar você e oferecer todo o apoio necessário do início ao fim da contratação.

Então, quer ficar por dentro de todas as novidades? Então, siga-nos nas redes sociais! Estamos no Facebook e no LinkedIn.

seguro de vida empresarial

Seguro de vida empresarial: o que é e quais são os seus benefícios?

Garanta proteção financeira aos colaboradores, sócios e seus beneficiários através de um benefício contratado em grupo.

O seguro de vida empresarial é um benefício social contratado em grupo por uma empresa. Ele pode ser associado ao seguro de acidentes.

O objetivo desse benefício é garantir proteção financeira aos colaboradores, sócios e seus beneficiários — nesse caso, podemos considerar o cônjuge e os filhos.

A cobertura dos seguros de vida empresariais é ampla, podendo variar da indenização, em casos de morte natural ou acidental, até o cobrimento de despesas domésticas.

As coberturas mais comuns atuam em situações de morte, invalidez laborativa permanente total por doença e invalidez funcional total ou parcial por acidente ou doença.

Além da segurança oferecida pelo seguro de vida empresarial, ele apresenta outras vantagens.

Quer saber quais são elas? Então continue a leitura!

Motivação para os colaboradores

Sabe-se que os benefícios sociais são fatores motivacionais para os colaboradores. Eles atuam como um fator de segurança que as pessoas podem contar. Logo, são uma forma de reduzir os pensamentos ansiosos dos funcionários com relação ao futuro e possíveis adversidades.

O seguro de vida atua nessa mesma linha: uma vez que esteja assegurado, o colaborador atua com menos preocupações para com sua família.

Esse cuidado, que é oferecido pelo benefício social em questão, motiva a pessoa à medida que lhe traz segurança para atuar em suas tarefas laborais e nutrir a segurança pessoal e familiar.

Grupos com as mãos sobrepostas.
O seguro de vida empresarial é um benefício contratado em grupo por uma empresa.

Complemento ao seguro de acidentes

Como já foi dito, a contratação de um seguro de vida empresarial pode ser isolada ou associada a um seguro de acidentes. Assim, quando associados, a cobertura oferecida por essa união abrange mais áreas e tende a ser mais atrativa e benéfica para quem pode usufruir de seus benefícios.

Apesar de seguros como esses serem contratados com a esperança de nunca serem usados, é uma prudência mantê-los na empresa. Assim, um complemento ao seguro de acidentes é bem-vindo nas organizações à medida que oferta maior cuidado para as pessoas.

De um modo geral, os benefícios sociais existem para complementar as deficiências que os colaboradores têm em suas vidas. Assim, na falta de renda suficiente para suportar adversidades os funcionários dependem de um suporte que o faça. Nesse caso, o seguro de vida empresarial é mais do que necessário para essas pessoas.

Diferencial competitivo da empresa no anúncio de vagas

Um ponto interessante de oferecer benefícios sociais aos colaboradores é a atratividade que a empresa passa a ter. Por oferecer algumas vantagens a mais que a concorrência, a organização tende a ser mais chamativa aos colaboradores. Dessa forma, o caminho para a contratação de profissionais mais qualificados fica mais palpável.

Imaginemos, por exemplo, a história de João: ele é um profissional com 10 anos de experiência em gerenciamento de setores de TI e agora está buscando uma vaga de emprego nova, pois quer ter mais segurança para si mesmo e sua família.

Por ser um profissional qualificado, João recebeu inúmeras propostas de contratação. Espantosamente, todas as propostas tinham valores salariais e benefícios sociais muito próximas. Nessa situação, João acabou optando pela vaga que lhe ofereceu uma segurança extra: o seguro de vida.

Por mais que a história de João seja fictícia, não é raro encontrarmos colaboradores que se motivam a adentrar numa nova empresa por questões como essa. Assim, vale a pena ter atenção a esse detalhe.

Achou o conteúdo útil? Então, inscreva-se em nossa newsletter e acompanhe os novos artigos que estamos produzindo para você!

Imagens: Seguro, colaboração.

Dois homens e uma mulher discutindo sobre uma proposta de seguro patriminial sobre a mesa.

Seguro patrimonial: tire aqui suas dúvidas!

Você trabalha muito e constituiu o seu patrimônio com muito suor. Está na hora de pensar em proteger os bens de sua empresa e deixar as preocupações de lado. É isso é possível com o seguro patrimonial.

Contratar um seguro para pessoas jurídicas permite que o empresário dê mais atenção ao próprio bem-estar e de seus familiares. Afinal, para que tanto esforço se não puder passar bons momentos ao lado de quem ama?

Você precisa de tranquilidade para cuidar da sua família? Veja, neste artigo, como o seguro patrimonial pode ajudá-lo!

Mulher chateada vendo seu carro batido

O que fazer quando o manobrista bate seu carro?

Se você tem costume de deixar seu veículo em estacionamentos, pode estar sujeito a uma série de ocorrências envolvendo acidentes provocados pelo profissional que realiza as manobras.

Já imaginou estar indo para uma reunião de trabalho ou para um jantar com a família e, quando está saindo do estacionamento, ver que o manobrista bate o carro e o danifica? Nessas situações, você sabe o que fazer e quem será o responsável por pagar seu carro?

Para ajudá-lo a saber como agir nesses casos, neste texto, vamos trazer orientações importantes do que fazer quando o manobrista bate seu carro. Leia!

Casal correndo em uma rua.

Entenda como funciona o seguro de viagem e quando contratá-lo

O seguro viagem pode transformar seu passeio em uma experiência ainda mais segura e tranquila.

Portanto seja a lazer ou a negócios, viajar é sempre bom. Conhecer novos lugares, pessoas e culturas nos permite conquistar diferentes visões de mundo, além de uma importante bagagem de aprendizado. No entanto, contar com um seguro viagem pode transformar o passeio em uma experiência ainda mais segura e tranquila.

Além de funcionar como um plano de saúde temporário, o recurso garante indenização, reembolso ou prestação de serviços para diversos tipos de situações e ocorrências. Quer saber mais sobre o assunto? Então continue a leitura e entenda como funciona o seguro viagem.

Homem frustado com a batida de seu carro.

Perda total do carro: o que acontece quando se tem seguro?

Como proceder em relação à perda total do veículo quando se tem seguro? Inegavelmente, essa é uma dúvida que os proprietários de veículos devem esclarecer antes de fechar contrato com uma seguradora.

Essa medida evita problemas em ocasiões adversas e possibilita uma relação mais transparente e correta entre as partes envolvidas, o que é muito valorizado no segmento de seguros.

Pensando nisso, vamos explicar a seguir como se verifica a perda total, o que acontece com o automóvel após essa situação ser confirmada e como se dá o pagamento do seguro no caso de um carro financiado. Continue lendo e confira!

E-BOOK TUDO QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE O SEGURO EMPRESARIAL​

Ter um seguro empresarial é indispensável. Afinal, por meio dele é possível proteger o negócio de diversos riscos que podem prejudicar as finanças e destruir todo o trabalho investido na busca do sucesso da empresa.