Seguro para a colheita: 5 pontos para você se informar

O setor agrícola é um dos mais importantes para o equilíbrio econômico do país e sustento das famílias brasileiras. No entanto, imprevistos podem acontecer relacionados a fatores climáticos e externos, gerando riscos de produção que pode influenciar na vida de quem depende dessa atividade. Por este motivo, contar com um seguro para a colheita é essencial.

Isso porque, esse tipo de serviço garante uma indenização quanto aos prejuízos obtidos com a lavoura decorrente de seca, queda de raios, geada e demais eventos da natureza, minimizando os impactos e prejuízos que esses problemas podem causar.

Quer entender melhor sobre a importância do seguro para a colheita e como ele funciona? Então, continue sua leitura!

Uma pessoa olhando uma plantação de arroz enquanto olha em seu tablet um post sobre seguro para a colheita.

1. Quais são as modalidades disponíveis de seguro para a colheita?

No mercado podem ser encontrados os seguros agrícola e rural. Entenda melhor sobre eles a seguir.

Seguro agrícola

Com o seguro agrícola protege a lavoura indenizando caso ocorra os prejuízos provocados por vários fenômenos da natureza. É destina à culturas plantadas e norteadas de conforme o Zoneamento Agrícola de Risco Climático, fornecido pelo Ministério da Cultura, Pecuária e Abastecimento, por exemplo, milho, algodão, soja, cana-de-açúcar, café, cevada, arroz, entre outros.

Seguro rural

Assegura o produtor de perdas causadas por eventos adversos da natureza até o valor máximo de indenização contratada. Além da lavoura, engloba também a atividade pecuniária, o patrimônio do produtor rural, o crédito para comercializar a produção, etc. Portanto nesse tipo de seguro, o produtor pode recuperar o dinheiro investido na sua lavoura antes de perdê-la devido a uma seca mais longa ou chuva mais forte.

Foto de uma fogueira.

2. Quais são os tipos de cobertura?

Os seguros que protegem a lavoura cobrem os danos provocados por:

  • incêndio;
  • geada;
  • chuvas excessivas;
  • ventos fortes ou frios;
  • queda de raio;
  • seca;
  • tromba d’água;
  • granizo;
  • variações excessivas de temperatura.

3. Quais são as vantagens em contratar o seguro para a colheita?

Entre os principais benefícios de ter um seguro para a colheita estão:

  • recuperação do capital investido, propiciando a continuação da atividade;
  • garantia do plantio até a colheita;
  • inspeção sem custos para o produtor;
  • tranquilidade e segurança, já que o seguro tem ampla cobertura para proteger a lavoura.

4. O que é o subsídio governamental?

Outra questão relevante é a possibilidade do produtor solicitar o subsídio governamental para pagamento de parte do montante do seguro (prêmio). Isso ocorre por intermédio do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR), chegando de 35% a 45% do valor total da apólice, conforme as características do plantio.

Entretanto alguns estados têm ainda programa de subvenção que seguem uma norma específica, complementando o subsídio federal. Portanto é Importante deixar claro que a concessão ou não desse benefício vai depender da disponibilidade de recursos do Governo e do enquadramento dos produtos aos requisitos definidos pelos programas.

Duas pessoas trocando contratos.

5. Quando o produtor deve contratar o seguro para a colheita

O ideal é fazer a contratação antes de a lavoura ser exposta. É possível obtê-lo em qualquer etapa do plantio, no entanto, o seguro solicitado ficará condicionado à vistoria do item a segurar. Por este motivo, o melhor é contratar o seguro antes do ciclo produtivo e, assim, garantir a proteção do seu investimento.

Conseguiu entender a importância de um seguro para a colheita? Então, caos seja produtor e deseja reduzir os riscos do seu plantio, não espere mais para contar com o auxílio de um corretor e encontrar a segurado que ofereça a melhor apólice e coberturas de acordo com suas condições e característica do bem a ser segurado.

Enfim, agora que já sabe os benefícios de contar com um seguro, entre em contato com a gente e conheça nossos serviços!

Imagens: arroz, fogo, contrato.