Seguro de Vida

Seguro de vida

Por que fazer um seguro de vida?

Ele é uma ferramenta de planejamento financeiro e pode ser mais barato do que você imagina

Talvez você gaste 2 mil reais por ano (ou mais) com o seguro do carro, mas não pague menos de 10% disso para proteger sua família se acontecer algo inesperado com você. Está na hora de pensar no seguro de vida como um item básico de planejamento financeiro, e não como mais um produto  que você nunca vai usar.

“Morrer todos nós vamos, isso pode acontecer a qualquer momento e que sua família precisará respirar quando você morrer. Não é dinheiro jogado fora.

O seguro de vida paga uma indenização a quem você escolher logo após a sua morte, reduzindo o padrão de vida das pessoas que dependem financeiramente de você por um período.

Existe também cobertura de funeral (individual e familiar).

O segurado pode receber indenização em caso de invalidez ou doença grave. As apólices podem incluir uma infinidade de outras coberturas.

Um seguro de vida tradicional para um homem de 30 anos, com boas condições de saúde, por exemplo, custa aproximadamente R$ 75 por mês (900 reais por ano). A cobertura inclui indenizações em caso de morte (200 mil reais), invalidez (300 mil reais) e assistência funeral (5.500 reais).

Como saber o valor da indenização?

Não existe fórmula para fazer essa conta. Comece calculando todos os seus gastos que você tem na vida e quanto eles custam por mês, para manter todas as pessoas que dependem de você financeiramente (veja como fazer um orçamento financeiro e quais planilhas e aplicativos podem te ajudar nessa tarefa).

Então, estime por quanto tempo sua família precisaria desse dinheiro para se manter sem você, até se reestruturar. Você pode escolher, por exemplo, que quer ter uma indenização que pague a educação dos seus filhos até o fim da faculdade.

Lembre-se de incluir na conta sua renda investida em aplicações financeiras, se tiver, e suas dívidas que ficarão para a sua família pagar. Se achar muito difícil fazer essa conta sozinho, o corretor de seguros ou um planejador financeiro podem ajudar.

Faça uma revisão a cada cinco anos para entender se a cobertura contratada continua adequada para a sua necessidade.

O tamanho da indenização que você precisa pode aumentar ou diminuir com o tempo, conforme o que acontecer na sua vida. Quando os seus filhos se tornarem independentes financeiramente, por exemplo, você poderá pagar um seguro mais barato, com uma indenização menor.

Quais os cuidados que é preciso ter ao contratar o seguro de vida?

É importante que saiba exatamente que está contratando quais as coberturas, pois eles podem ser muito diferentes de uma seguradora para outra. “Converse com LGD Seguros, que podemos auxiliar no que você precisa”. A LGD Seguros apresentará a você produtos de diferentes seguradoras. Essa pesquisa de mercado é essencial para comparar preços e coberturas.

No contrato, deve-se observar as exclusões, que são todos aqueles riscos que não serão cobertos pelo seguro que você escolheu. Algumas apólices podem existir carência, um período em que não se pode usar o seguro, mesmo estando em dia com o pagamento.

Ao preencher o formulário com todas as informações sobre a sua condição de saúde, tem que ser o mais sincero possível, mesmo que corra o risco do seu seguro ficar mais caro. Em caso de má-fé, a seguradora pode negar o pagamento da indenização.

Por que fazer um seguro de vida?

Imaginar que contratar um seguro de vida representa proteger o que é valioso para você. Hoje, nem todos têm consciência dessa importância. Mesmo com tantas opções de seguros para as mais variadas opções, o brasileiro ainda não tem essa cultura dos riscos do dia a dia.

Por que fazer um seguro de vida, até que a resposta chega no momento inesperado ou da pior maneira possível.

As principais coberturas oferecidas no mercado

  • Morte natural/por acidente;
  • Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente (IPA);
  • Invalidez permanente total por acidente (IPTA)
  • Invalidez Permanente por Acidente Majorada (IPAM)
  • Invalidez Funcional Permanente Total por Doença (IFPD);
  • Invalidez Laborativa Permanente Total por Doença (ILPD);
  • Invalidez Funcional Permanente Total por Doença Antecipação (IFPDA)
  • Despesas Médicas, Hospitalares e Odontológicas (DMHO);
  • Diárias de Incapacidade Temporária (DIT);
  • Diárias por Internação Hospitalar (DIH);
  • Doenças Graves (DG).
  • Como assegurar uma proteção financeira a você mesmo, caso alguma fatalidade o impeça de trabalhar?

Muita gente acha que seguro não é interessante porque se paga e não se vê o benefício do produto em vida. Isso não é verdade. Apesar das cobertura obrigatória do seguro de vida ser contra risco de morte, a maior parte das apólices tem garantias complementares, como indenização em caso de invalidez por acidente, por doença ou por questões laborativas.

Ter cobertura em caso de doença grave

Ainda na mesma linha do tópico anterior, existem muitas apólices que indenizam (em valor definido em contrato) para os casos de diagnóstico de doenças graves, tais como:

  • câncer, leucemias e doenças malignas do sistema linfático como a doença de Hodgkin;
  • infarto agudo do miocárdio;
  • acidente vascular cerebral (AVC);
  • cirurgia de revascularização do miocárdio com implante de ponte(s) vascular (es) nas artérias coronarianas (by-pass);
  • doença de Alzheimer.

Os custos para tratamentos quimioterápicos podem passar de R$ 5 mil. Nenhum auxílio-doença conseguiria cobrir valores tão altos. Como fazer, então? É esse o dilema de milhares de pacientes oncológicos que não se planejaram adequadamente no passado.

Vale a pena lembrar que coberturas adicionais, como diárias hospitalares e despesas médico-odontológicas, também podem ser contratadas. Perceba que um seguro de vida vai muito além de indenização em caso de morte do segurado.

LGD

Corretora de seguros

Administração, consultoria, gestão e corretagem de seguros.

A LGD CORRETORA SEGUROS atua identificando e avaliando riscos, com uma equipe de profissionais experientes e qualificados, aliados de um excelente relacionamento com as principais seguradoras do mercado.

Baixe o nosso E-book

Venha nos visitar

R. Francisco Rocha, 406 - Batel, Curitiba - PR, 80420-130

E-BOOK TUDO QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE O SEGURO EMPRESARIAL​

Ter um seguro empresarial é indispensável. Afinal, por meio dele é possível proteger o negócio de diversos riscos que podem prejudicar as finanças e destruir todo o trabalho investido na busca do sucesso da empresa.