Qual a diferença entre fazer contratação de seguro com banco e corretor?

Todo mundo precisa garantir a segurança do próprio patrimônio, não é? Seja empresarial ou individual, é importante se manter protegido de uma variedade de riscos e imprevistos. Porém, será que você sabe qual é a diferença entre fazer a contratação de seguro por banco e por corretor?

É justamente sobre isso que vamos falar neste post, explicando quais são as principais diferenças, além da escolha mais adequada dependendo do seu perfil. O que acha de continuar com a gente ao longo da leitura?

Por que contratar um seguro?

Você já parou para pensar na importância de contratar um seguro? Ao fazer isso, a seguradora se torna responsável por cobrir e indenizar os prejuízos que você ou seu patrimônio possam ter em certas situações — que são chamadas de “sinistros”.

O que isso significa? Na prática, os sinistros são previstos nos contratos e variam de acordo com o plano de seguro que você aderir, entrando como possibilidades os acontecimentos que pertencem tanto às coberturas básicas, quanto às adicionais.

Se você olhar para sua rotina, certamente reparou como é comum acontecer imprevistos, não é? Isso passa por acidentes de carro, furtos, problemas com a empresa e por aí vai. O seguro serve justamente para ajudar nos momentos de desamparo.

Confira as diferenças de fazer seguro com o corretor e com o banco.

Quais são as principais diferenças entre fazer um seguro com o banco e com o corretor de seguros?

O principal ponto que você precisa ter em mente é que essas escolher servem a perfis diferentes. Os bancos e os corretores atendem a vários tipos de consumidores e é importante ficar de olho em que cada ponto pode ser benéfico.

Diversificação

Geralmente, um banco serve para quem não quer se preocupar em escolher serviços e quer resolver o problema o mais rápido possível. Costuma trabalhar em parceria com uma seguradora específica — oferecendo apenas os serviços dela.

Os corretores, por sua vez, permitem que você compare os preços de várias seguradoras diferentes, escolhendo exatamente o serviço que quer. Servem para consumidores mais seletivos, que gostam de maximizar as opções para escolha.

Conhecimento técnico

Conhecimento técnico é um ponto que costuma pesar a favor dos corretores. Isso porque os gerentes de bancos tradicionais não são especialistas em seguros — já que seu trabalho envolve muitas outras funções e atribuições.

Já os corretores, trabalham e se dedicam apenas a isso, ajudando a encontrar boas opções e planos que fazem sentido para você. Ainda assim, é importante pesquisar bem antes de fazer a escolha. Como em qualquer profissão, existem bons e maus profissionais. Por isso, busque por uma corretora de seguros com credibilidade no mercado.

Como você viu, a contratação de seguro com banco ou corretor varia de acordo com suas preferências. O ideal é escolher planos que cobrem os riscos que você mais se expõe, assim como os bens que mais valoriza.

Não se esqueça de ver a opinião de clientes antigos sobre a empresa — independentemente de ser corretora ou banco. Veja quesitos como tempo de indenização e cobertura de riscos.

O que acha de evitar riscos e garantir a segurança na hora de empreender? Então, não deixe de conferir o post em que contamos o que você precisa saber sobre seguros para empresas!