O que você precisa saber sobre os termos tumulto, greve e lock-out

Com a greve dos caminhoneiros de 2018, cresceu o interesse por entender o que significam tumulto, greve e lock-out e quais as diferenças entre esses termos.

Além disso, as pessoas passaram a buscar também formas de se proteger dos problemas que eles causam. Você sabia que é possível contratar coberturas adicionais para essas situações? No entanto, a cobertura tem regras específicas e é preciso estar atento para não ser pego de surpresa.

Neste post, vamos explicar melhor esses conceitos e mostrar como os seguros residencial e empresarial se relacionam com eles. Confira!

Homem e duas mulheres em uma manifestação, ambos estão gritando.

O que são tumulto, greve e lock-out?

O tumulto é uma aglomeração de várias pessoas que perturbam a ordem pública por meio de atos predatórios, mas cuja repressão não requer a necessidade de intervenção das Forças Armadas.

Já a greve está ligada ao trabalho. Também é uma aglomeração de pessoas, mas que pertencem à mesma categoria ocupacional e se recusam a trabalhar ou a comparecer ao local de trabalho.

Por fim, o lock-out, também conhecido como “greve patronal”, ocorre quando o empregador decide cessar as atividades e impedir os empregados de exercerem suas funções.

É importante destacar que o lock-out é proibido por lei, conforme artigo 722 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). A Lei da Greve, que regulamenta o tema, também veda a prática.

Greve e lock-out, portanto, têm a ver com as relações de trabalho, sendo a primeira promovida pelos trabalhadores e a segunda, pelos empregadores. Já o tumulto pode ter qualquer motivação. Seja ela política, social ou mesmo uma festividade que se transforme em um tumulto sem motivo aparente.

Como eles se relacionam com a cobertura de seguros?

As manifestações públicas podem gerar dano ao patrimônio. Mas, em geral, não estão entre as coberturas básicas oferecidas pelos seguros residenciais e empresariais.

No entanto, é perfeitamente possível contratar uma cobertura adicional para se proteger desses eventos. Também existe a possibilidade de contratar uma apólice específica para esse fim. Portanto, de forma geral, cobrem atos predatórios ou saques ao condomínio durante a ocorrência desse tipo de manifestação.

Duas mulheres conversando.

O que o seguro cobre em cada situação?

Cada apólice tem regras específicas. Mas, de forma geral, a cobertura para tumultos. Greve e lock-outs abrange danos materiais decorrentes desses eventos ou de medidas que o segurado tome para tentar reprimir a perturbação da ordem. Incluem-se aí desmoronamentos e desentulho do local.

Também é possível contratar um seguro de carga que cobre danos causados por ações de grevistas, tumultos e lock-out. Portanto, vale destacar, porém, que não há cobertura para mercadorias que se estraguem em decorrência de atrasos causados pelas manifestações.

Além disso, em todos os casos acima, a principal exclusão é que a indenização não é paga se o segurado estiver envolvido no tumulto. Greve ou lock-out.

Depois desta leitura, você já entende melhor o que são tumulto, greve e lock-out. E sabe como pode usar a cobertura dos seguros residencial e empresarial para se proteger de eventuais danos causados por eles.

Enfim, gostou deste artigo? Então aproveite e compartilhe-o com seus contatos nas redes sociais!

Imagens: Homem, conversa.


Facebook


Twitter


Linkedin


Instagram