Entenda qual a diferença entre plano de saúde e seguro saúde

Devido à dificuldade do acesso à saúde pública e ao alto preço das consultas e tratamentos em hospitais e clínicas particulares, muitas pessoas estão buscando alternativas eficazes no intuito de garantir uma assistência digna e evitar dores de cabeça em casos de enfermidades. Por esse motivo, é interessante que você saiba a diferença entre plano de saúde e seguro saúde.

Apesar de parecidos, são dois conceitos diferentes e é primordial que você saiba a distinção para que tenha capacidade de avaliar qual deles é mais viável e adequado para atender você e sua família.

Por isso, se deseja conhecer as principais diferenças entre plano de saúde e seguro saúde, continue lendo este texto!

Serviços oferecidos

A primeira diferença é sobre a abrangência dos serviços de cada um, que pode ser mais complexa ou menos abrangente. Veja!

Seguro saúde

O seguro saúde é mais amplo e inclui:

  • consultas médicas especializadas;
  • assistência médica e de enfermagem a domicílio;
  • internação;
  • ambulatório;
  • parto;
  • assistência nos casos de doenças graves (possível em alguns seguros saúde);
  • transporte em ambulância sem ônus.

Plano de saúde

O plano de saúde engloba os seguintes serviços:

  • consultas médicas;
  • assistência médica e de enfermagem a domicílio;
  • tratamentos e exames com descontos na rede credenciada;
  • transporte gratuito em ambulância;
  • dependendo do contrato e valor pago, partos e internação.

Questões operacionais

Existe também uma grande diferença entre plano de saúde e seguro saúde no que tange às questões operacionais.

Seguro saúde

Ao utilizar o seguro saúde, é possível que você escolha o médico ou hospital para a consulta, sem restrições.

Planos de saúde

Nesse caso, a lista se limita aos profissionais, hospitais e demais instituições conveniadas ou de rede própria da operadora.

Reembolso das despesas

A forma de reembolso entre as duas modalidades também é diferente. Saiba por quê!

Seguro saúde

O segurado paga somente uma quantia do valor relativo a cada consulta ou tratamento e o seguro cobre o restante, pagando diretamente ao local do serviço ou reembolsando o valor mais tarde.

Plano de saúde

O segurado realiza o pagamento mensal da sua mensalidade e tem como contraprestação o atendimento médico-hospitalar, quando preciso, conforme as coberturas e abrangências do seu contrato.

Como fazer a escolha do plano ou seguro saúde adequados?

Em qualquer situação, é essencial estar atento às cláusulas contratuais. No caso do seguro saúde, você deve observar a cobertura e as exclusões, considerando que muitos contratos podem excluir serviços que são importantes em certos momentos.

Já no caso do plano de saúde, alguns pontos, como cobertura, serviços disponíveis e tempo de carência, são primordiais para que você realize uma boa escolha.

Como fica a carência?

Cada contrato define o seu tempo de carência, tanto no seguro saúde como no plano de saúde. Isso quer dizer que existe um prazo em que os serviços não poderão ser usados pelo beneficiário, mesmo com o pagamento das mensalidades.

Essa prática é autorizada pela Agência Nacional de Saúde (ANS), mas pode causar muitos transtornos em algumas ocasiões. Contudo, em muitos casos, o período de carência é de poucos dias ou não existe, o que é um grande benefício.

Agora que você já sabe a diferença entre plano de saúde e seguro saúde, fica mais fácil analisar qual alternativa melhor se enquadra nas suas expectativas. Por isso, pesquise, leia os contratos com calma, observe os serviços oferecidos e decida por aquele que melhor vai atendê-lo.

Este conteúdo foi útil para você? Aproveite sua visita ao nosso blog, leia agora mesmo o texto “Por que fazer um seguro de vida para proteger sua família?” e entenda melhor sobre o assunto!