cotação de seguro automotivo

Descubra como fazer a cotação do seguro de seu automóvel sem errar

Ao fazer a cotação do seguro de seu automóvel é primordial para evitar problemas futuros com falta de coberturas e assistências quando mais precisar.

Você trabalhou muito para conquistar o patrimônio que tem hoje e agora precisa protegê-lo. Nada mais natural do que fazer um seguro para esta finalidade. Saiba que a cotação do seguro é o início de uma apólice que garantirá a tranquilidade para você e sua família.

Portanto, ter atenção ao fazer a cotação do seguro de seu automóvel é primordial para evitar problemas futuros com falta de coberturas e assistências quando mais precisar.

Como fazer a melhor cotação para o seguro do seu automóvel?

Seguros são serviços prestados de maneira bastante personalizada. Portanto, a primeira coisa que precisa fazer para não errar na hora de cotar um seguro de automóvel é ter em mente exatamente o que precisa. Assim, poderá ajustar o seguro à sua real necessidade.

Um exemplo para ilustrar: algumas seguradoras incluem uma proteção para o segurado para o caso de demissão involuntária. Se isso acontecer e ainda estiver pagando as parcelas do seguro, o contratante não precisa se preocupar em pagá-las por um prazo determinado. Esta é uma ótima cobertura para quem tem risco de ser demitido, mas não se justifica para servidores públicos e empresários.

As respostas dadas no questionário podem alterar o valor da apólice.

Além disso, separamos mais 5 dicas para que você não erre na hora de de fazer a cotação de seguro para seu automóvel. Confira:

1. Leia atentamente todas as perguntas

Não tenha pressa e preste atenção em todas as perguntas do questionário da cotação. Algumas questões costumam fazer o valor do seguro variar bastante e outras podem deixá-lo sem cobertura. Além disso, poderá deixar de usufruir benefícios interessantes oferecidos pelas seguradoras.

2. Responda exatamente conforme a realidade

Esse item é de extrema importância. Não adianta querer forçar um seguro com valor mais baixo respondendo errado propositalmente. Caso haja irregularidades nas respostas, poderá acarretar em um grande prejuízo.

Pense na situação seguinte: o segurando responde que não tem ninguém com idade entre 18 e 25 anos que dirige o carro, mas a realidade é que seu filho de 20 anos faz isso. Caso este venha a colidir o carro, o reparo não será pago pela seguradora. Ou seja: não adiantou pagar o seguro e o barato saiu muito caro.

3. Faça diversas simulações

É interessante variar o valor de algumas coberturas para que tenha um seguro mais completo pagando pouquíssimo a mais. Veja qual será a diferença entre cobertura de 100% ou 110% da tabela Fipe, caso o seu automóvel tenha mais opcionais, por exemplo. Aumentar uma cobertura contra terceiros de R$ 5.000,00 para R$ 50.000,00 muitas vezes gera uma diferença no seguro de poucos reais. Experimente.

4. Cote em várias seguradoras

As seguradoras trabalham com estatísticas e parâmetros próprios. Portanto, variações no valor do seguro de uma seguradora para outra são comuns. Outro ponto que gera diferenças é que algumas seguradoras focam em determinados nichos do mercado, como veículos de alto valor ou que circulam em determinada área.

Normalmente, as boas corretoras fazem a cotação do seguro em diversas seguradoras, mas não custa enfatizar isso ao corretor.

5. Saiba as diferenças entre as franquias

Franquia é o valor que será pago pelo segurado em caso de sinistro com perda parcial. Exemplo: veículo segurado no valor de R$ 50.000,00 é acidentado. A franquia deste seguro foi estipulada em R$ 2.000,00. O reparo foi orçado em R$ 10.000,00. Neste caso, o segurado deverá pagar o valor da franquia e a seguradora os R$ 8.000,00 restantes para reparar o carro.

Ao cotar, existem diversas modalidades de franquias. As mais caras deixam o seguro mais barato, mas podem ser um problema caso ocorra um sinistro. Percebeu como a cotação é um momento importante ao contratar um seguro?

Enfim, agora que descobriu como fazer a cotação do seguro de seu automóvel sem errar, aprenda a escolher uma corretora de seguros realmente confiável.]

Foto de Johanna Buguet on Unsplash

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

E-BOOK TUDO QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE O SEGURO EMPRESARIAL​

Ter um seguro empresarial é indispensável. Afinal, por meio dele é possível proteger o negócio de diversos riscos que podem prejudicar as finanças e destruir todo o trabalho investido na busca do sucesso da empresa.