Categorias

Vida

seguro de vida empresarial

Seguro de vida empresarial: o que é e quais são os seus benefícios?

Garanta proteção financeira aos colaboradores, sócios e seus beneficiários através de um benefício contratado em grupo.

O seguro de vida empresarial é um benefício social contratado em grupo por uma empresa. Ele pode ser associado ao seguro de acidentes.

O objetivo desse benefício é garantir proteção financeira aos colaboradores, sócios e seus beneficiários — nesse caso, podemos considerar o cônjuge e os filhos.

A cobertura dos seguros de vida empresariais é ampla, podendo variar da indenização, em casos de morte natural ou acidental, até o cobrimento de despesas domésticas.

As coberturas mais comuns atuam em situações de morte, invalidez laborativa permanente total por doença e invalidez funcional total ou parcial por acidente ou doença.

Além da segurança oferecida pelo seguro de vida empresarial, ele apresenta outras vantagens.

Quer saber quais são elas? Então continue a leitura!

Motivação para os colaboradores

Sabe-se que os benefícios sociais são fatores motivacionais para os colaboradores. Eles atuam como um fator de segurança que as pessoas podem contar. Logo, são uma forma de reduzir os pensamentos ansiosos dos funcionários com relação ao futuro e possíveis adversidades.

O seguro de vida atua nessa mesma linha: uma vez que esteja assegurado, o colaborador atua com menos preocupações para com sua família.

Esse cuidado, que é oferecido pelo benefício social em questão, motiva a pessoa à medida que lhe traz segurança para atuar em suas tarefas laborais e nutrir a segurança pessoal e familiar.

Grupos com as mãos sobrepostas.
O seguro de vida empresarial é um benefício contratado em grupo por uma empresa.

Complemento ao seguro de acidentes

Como já foi dito, a contratação de um seguro de vida empresarial pode ser isolada ou associada a um seguro de acidentes. Assim, quando associados, a cobertura oferecida por essa união abrange mais áreas e tende a ser mais atrativa e benéfica para quem pode usufruir de seus benefícios.

Apesar de seguros como esses serem contratados com a esperança de nunca serem usados, é uma prudência mantê-los na empresa. Assim, um complemento ao seguro de acidentes é bem-vindo nas organizações à medida que oferta maior cuidado para as pessoas.

De um modo geral, os benefícios sociais existem para complementar as deficiências que os colaboradores têm em suas vidas. Assim, na falta de renda suficiente para suportar adversidades os funcionários dependem de um suporte que o faça. Nesse caso, o seguro de vida empresarial é mais do que necessário para essas pessoas.

Diferencial competitivo da empresa no anúncio de vagas

Um ponto interessante de oferecer benefícios sociais aos colaboradores é a atratividade que a empresa passa a ter. Por oferecer algumas vantagens a mais que a concorrência, a organização tende a ser mais chamativa aos colaboradores. Dessa forma, o caminho para a contratação de profissionais mais qualificados fica mais palpável.

Imaginemos, por exemplo, a história de João: ele é um profissional com 10 anos de experiência em gerenciamento de setores de TI e agora está buscando uma vaga de emprego nova, pois quer ter mais segurança para si mesmo e sua família.

Por ser um profissional qualificado, João recebeu inúmeras propostas de contratação. Espantosamente, todas as propostas tinham valores salariais e benefícios sociais muito próximas. Nessa situação, João acabou optando pela vaga que lhe ofereceu uma segurança extra: o seguro de vida.

Por mais que a história de João seja fictícia, não é raro encontrarmos colaboradores que se motivam a adentrar numa nova empresa por questões como essa. Assim, vale a pena ter atenção a esse detalhe.

Achou o conteúdo útil? Então, inscreva-se em nossa newsletter e acompanhe os novos artigos que estamos produzindo para você!

Imagens: Seguro, colaboração.

seguro de vida individual

Seguro de vida Individual: um guia completo para você tirar suas dúvidas

Se existe uma certeza é que um dia vamos morrer. Se você partisse hoje, seus familiares ficariam bem financeiramente? Para garantir a estabilidade financeira da sua família, um seguro de vida individual é vital.

Além disso, o seguro de vida individual, ainda oferecer outros benefícios que podem ser muito importantes, em caso de invalidez ou doença, por exemplo. Mas isso vamos falar mais detalhadamente no decorrer deste post.

Então, se quiser ficar por dentro de todos os detalhes, continue comigo e confira nosso guia completo para encontrar a melhor opção em seguro de vida.

Como funciona o seguro de vida individual?

O seguro de vida, nada mais é do que um contrato formalizado com as seguradoras que prevê uma indenização para os segurado e seus dependentes em caso de morte. É um seguro anual com reajuste pré-estabelecidos na apólice, de acordo com o contrato firmado com a seguradora.

A principal finalidade é oferecer uma proteção financeira aos que ficam após sua partida. Além disso, o seguro também pode incluir coberturas opcionais, como já falamos por invalidez por exemplo, permanente ou parcial, e doenças graves. 

O valor do seguro normalmente leva em considerações fatores comportamentais e epidemiológicos. Sendo que quem leva uma vida mais saudável e seguro terá vantagem em relação a quem possui diagnóstico de tabagismo por exemplo. Esse hábito pode elevar o valor do seu seguro.

Vale ressaltar, também, que os seguros de vida devem possuir obrigatoriamente a cobertura para risco de morte, seja ela natural ou acidental. Sendo que são diversas coberturas que podem ser atreladas ao seu seguro, tais como:

  • Invalidez por acidente;
  • Invalidez funcional permanente por doença;
  • Invalidez laborativa permanente por doença;
  • Doenças graves;
  • Diária por internação hospitalar;
  • Diária de incapacidade temporária;
  • Desemprego;

Quais são os benefícios para o segurado?

Optar por um seguro de vida individual é uma forma de garantir a estabilidade financeira da família em caso de uma fatalidade. Embora ninguém deseje passar por um momento como esse, eles são inerentes a nossa vida. 

O seguro de vida individual, confere proteção financeira a seus familiares

Assim dentre os benefícios ao segurado podemos destacar:

1 – Proteção financeira aos beneficiários

Como já falamos, fatalidades acontecem e é importante estar preparado. Com o um seguro de vida, em caso de morte ou invalidez o valor da apólice é liberado para os beneficiários. Você ainda pode personalizar a sua cobertura para finalidades específicas como quitação de dívidas, despesas escolares e outros.

Assim, você protege financeiramente sua família, e protege o seu patrimônio, uma vez que o valor da indenização não é contabilizado no inventário do falecido, sendo um recurso fundamental para que a família possa se restabelecer após a perda de um ente querido.

2 – Garantia financeira em casos de doenças graves

Outro bom motivo para você fazer um seguro de vida, é que caso você passe por uma situação difícil de doença grave, pode receber o pagamento da indenização para custear suas despesas médicas, durante a doença. Neste caso novamente você protege a sua família de problemas financeiros e ainda garante o seu patrimônio, uma vez que não será necessário se desfazer de bens para arcar com os custos do tratamento.

3 – Reembolso de despesas médicas e hospitalares

Como no tópico anterior, não necessariamente o seguro de vida pode ser utilizado somente após a morte do segurado. Em alguns casos, dependendo das coberturas acordadas em sua apólice é possível resgatar parcialmente o valor da indenização para reembolso de despesas médicas, hospitalares e odontológicas. Sendo que, neste caso o valor é limitado ao capital segurado.

Para essa modalidade, existem algumas regras importantes que precisam ser seguidas, como por exemplo, os valores precisam ser comprovados no prazo estabelecido na sua apólice que por sua vez necessita tratar de pleno amparo a imprevistos.

4 – Garantia de assistência ao beneficiário

Uma questão importante em relação ao seguro de vida, é que o segurado pode escolher a quem será destinada a indenização em caso de falecimento. Assim o valor não fica restrito a herdeiros e familiares, mas pode ser repassado para terceiros se assim estiver determinado em contrato.

Sendo que o valor da indenização não entra no inventário, sendo repassado para o beneficiário determinado em poucos dias, não sendo necessário aguardar burocracias legais, como para a liberação dos demais bens.

Quais as diferenças entre seguro de vida individual e de grupo?

Seguro de vida em grupo, é contratado para pessoas que possuem um vínculo em comum

Agora que você já viu alguns benefícios em relação ao seguro de vida individual, talvez esteja se perguntando quais as diferenças entre essa modalidade e o seguro em grupo. Para lhe auxiliar vamos explicar de forma bem rápida e simples.

Como já vimos até aqui, o seguro de vida individual é contratado diretamente pela pessoa junto a uma corretora ou seguradora de confiança, sendo que a apólice é personalizada para atender suas necessidades específica. 

Já o seguro de vida em grupo, é contratado para um grupo de pessoas, por um empresa para seus funcionários, por exemplo. Sendo que atende pessoas que tenham um vínculo em comum, e as negociações do seguro (cobertura e valores), são comum a todos os participante do grupo.

Assim, ambas as modalidades são importantes, no entanto, cada uma delas atende a uma necessidade específica. Então se você já possui um seguro de vida em grupo, analise as coberturas disponíveis, normalmente vale a pena investir em um seguro de vida individual e melhorar as condições da sua apólice.

Onde contratar o seguro de vida individual?

O seguro de vida individual é firmado entre a pessoa interessada e uma seguradora, por intermédio de um corretor. Assim existem inúmeras opções no mercado, para que você possa escolher a seguradora que lhe apresenta melhores condições.

No entanto, é importante ficar atento a credibilidade e a experiência da sua seguradora, para que possa fazer um seguro que realmente atenda às suas necessidades e com valores e condições justas. Hoje em dia  fraudes em seguros são muito comuns, por isso, ter confiança na sua corretora é fundamental para proteger o seu patrimônio.

Se ficou interessado, venha conhecer a nossa LGD Seguros e faça uma cotação sem compromissos!

Imagens: Casamento, Grupo, Homem.

seguro com banco ou corretor

Qual a diferença entre fazer contratação de seguro com banco e corretor?

Todo mundo precisa garantir a segurança do próprio patrimônio, não é? Seja empresarial ou individual, é importante se manter protegido de uma variedade de riscos e imprevistos. Porém, será que você sabe qual é a diferença entre fazer a contratação de seguro por banco e por corretor?

É justamente sobre isso que vamos falar neste post, explicando quais são as principais diferenças, além da escolha mais adequada dependendo do seu perfil. O que acha de continuar com a gente ao longo da leitura?

Por que contratar um seguro?

Você já parou para pensar na importância de contratar um seguro? Ao fazer isso, a seguradora se torna responsável por cobrir e indenizar os prejuízos que você ou seu patrimônio possam ter em certas situações — que são chamadas de “sinistros”.

O que isso significa? Na prática, os sinistros são previstos nos contratos e variam de acordo com o plano de seguro que você aderir, entrando como possibilidades os acontecimentos que pertencem tanto às coberturas básicas, quanto às adicionais.

Se você olhar para sua rotina, certamente reparou como é comum acontecer imprevistos, não é? Isso passa por acidentes de carro, furtos, problemas com a empresa e por aí vai. O seguro serve justamente para ajudar nos momentos de desamparo.

Confira as diferenças de fazer seguro com o corretor e com o banco.

Quais são as principais diferenças entre fazer um seguro com o banco e com o corretor de seguros?

O principal ponto que você precisa ter em mente é que essas escolher servem a perfis diferentes. Os bancos e os corretores atendem a vários tipos de consumidores e é importante ficar de olho em que cada ponto pode ser benéfico.

Diversificação

Geralmente, um banco serve para quem não quer se preocupar em escolher serviços e quer resolver o problema o mais rápido possível. Costuma trabalhar em parceria com uma seguradora específica — oferecendo apenas os serviços dela.

Os corretores, por sua vez, permitem que você compare os preços de várias seguradoras diferentes, escolhendo exatamente o serviço que quer. Servem para consumidores mais seletivos, que gostam de maximizar as opções para escolha.

Conhecimento técnico

Conhecimento técnico é um ponto que costuma pesar a favor dos corretores. Isso porque os gerentes de bancos tradicionais não são especialistas em seguros — já que seu trabalho envolve muitas outras funções e atribuições.

Já os corretores, trabalham e se dedicam apenas a isso, ajudando a encontrar boas opções e planos que fazem sentido para você. Ainda assim, é importante pesquisar bem antes de fazer a escolha. Como em qualquer profissão, existem bons e maus profissionais. Por isso, busque por uma corretora de seguros com credibilidade no mercado.

Como você viu, a contratação de seguro com banco ou corretor varia de acordo com suas preferências. O ideal é escolher planos que cobrem os riscos que você mais se expõe, assim como os bens que mais valoriza.

Não se esqueça de ver a opinião de clientes antigos sobre a empresa — independentemente de ser corretora ou banco. Veja quesitos como tempo de indenização e cobertura de riscos.

O que acha de evitar riscos e garantir a segurança na hora de empreender? Então, não deixe de conferir o post em que contamos o que você precisa saber sobre seguros para empresas!

seguro de vida coletivo ou individual

Seguro de vida coletivo ou individual? Conheça as vantagens de cada um

Imprevistos podem acontecer com qualquer pessoa, e por mais planejamentos que possam ser feitos, os impactos dessas situações podem ser gigantes na vida de uma pessoa. O seguro de vida coletivo ou individual é uma ótima alternativa para propiciar maior segurança para você e sua família e, por este motivo, é importante conhecer melhor sobre eles.

Trata-se de uma maneira de garantir a proteção financeira contra várias intercorrências que possam surgir ao longo da vida, propiciando as condições ideias para arcar com o sustento e despesas básicas pelo tempo necessário para que as finanças se restabeleçam.

Quer entender melhor como eles funcionam e suas diferenças? Então, continue sua leitura!

O que é o seguro de vida coletivo?

É um seguro contratado por empresas, válido somente para funcionários, sindicatos e organizações. Isso quer dizer que ele atende um grupo de pessoas ligadas por um vínculo em comum, denominada estipulante por ser quem vai negociar as condições e contratar um seguro válido para todos os interessados, estabelecendo se haverá a necessidade ou não da contribuição dos membros envolvidos no pagamento do prêmio.

O que é o seguro de vida individual?

O seguro de vida individual é aquele contratado diretamente pela pessoa interessada na seguradora ou por meio de um intermediário (corretor), onde a apólice é mais personalizada conforme as necessidades do contratante. O pagamento do prêmio é obrigatório e o valor deve ser estipulado considerando as condições informadas na apólice.

Quais as vantagens desses seguros?

Tanto o seguro de vida coletivo quanto o seguro de vida individual gera vantagens para os seus contratantes e beneficiários. Veja a seguir quais são!

Seguro de vida coletivo

  • comodidade;
  • custos mais baixos;
  • motivação dos colaboradores;
  • segurança para os dependentes.

Seguro de vida individual

  • personalização da apólice;
  • segurança e proteção de suas necessidades;
  • segurança dos dependentes.

Quais são as coberturas do seguro de vida?

Antes de contratar um seguro é imprescindível conhecer quais são as suas coberturas básicas e quais podem ser adicionadas de acordo com o contrato.

Coberturas básicas

  • morte natural ou acidental;
  • invalidez total ou parcial.

Coberturas adicionais

  • diárias por incapacidade temporária;
  • doenças graves;
  • assistência funeral familiar ou individual;
  • despesas médico-hospitalares e odontológicas;
  • diária por internação hospitalar.

Alguns seguros cobrem também os cônjuges e filhos, além de assegurar auxílio à eles caso alguma coisa ocorra com o titular.

O que deve ser considerado caso deseje contratar uma dessas modalidades de seguro?

Alguns cuidados devem ser tomados e pontos observados ao fazer a contratação de um seguro de vida. Conheça alguns deles!

Seguro de vida coletivo

  • defina o perfil do quadro de colaboradores;
  • estabeleça a forma de custeio
  • escolha a regra para o capital segurado;
  • solicite recomendação de outras empresas;
  • averigue reputação da seguradora;
  • leia todas as cláusulas da apólice, etc.

Seguro de vida individual

  • avalie a imagem da seguradora;
  • fique de olho no prazo de vigência da apólice;
  • observe o tempo de carência;
  • veja se as coberturas definidas no contrato atendem suas necessidades ou se será preciso personalizá-las, entre outros.

Agora que você conhece as principais diferenças entre seguro de vida coletivo e seguro de vida individual, não espere mais para contratar o mais adequado conforme a sua realidade, aproveitar todas os benefícios que ele pode proporcionar e garantir sua tranquilidade, de sua família e de seus funcionários, se for o caso, nos momentos mais difíceis.

Quer contratar o seguro de vida mais adequado? Então, entre em contato com a gente e veja como podemos ajudar!

planejamento de ano novo

Planejamento de ano novo: o seu seguro está em dia?

Quando o natal e as férias vêm chegando, muitas coisas costumam passar por nossas cabeças, não é? Afinal, essa é a hora de começar a elaborar o planejamento de ano novo e pensar nas coisas que queremos realizar. Mas, será que o seu seguro está em dia?

É justamente sobre isso que decidimos falar neste post, explicando como você pode se beneficiar com o seguro, quais são os tipos disponíveis e o que você deve se atentar na hora da contratação. O que acha de nos acompanhar nesta leitura?

Qual é a importância do seguro?

Quando você adere a um seguro, acontece uma troca onde a seguradora se compromete a cobrir e indenizar os seus prejuízos. Isso acontece quando o risco está previsto na apólice — variando de acordo com as coberturas que você escolher.

O que isso significa? Pense da seguinte forma: é comum se expor a imprevistos durante a rotina, não é? Isso vai desde problemas com o carro, incidentes na residência e até prejuízos na empresa.

O seguro serve justamente para proteger você, sua empresa e seus bens desses riscos, indenizando e fornecendo outros benefícios. A ocorrência é chamada de “sinistro” e caso aconteça, basta acionar a seguradora com os documentos em mãos.

Quais são os tipos de seguro disponíveis no mercado?

Você certamente deve ter percebido como os imprevistos que acontecem na sua vida são diferentes dos imprevistos nas vidas dos outros, não é? É por esse motivo que as opções de seguros são variadas e se adaptam a perfis distintos.

Seguros pessoais

As coberturas pessoais são moldadas com base nas necessidades de pessoas físicas. O seguro de viagens, por exemplo, cobre despesas médicas, extravio de bagagem e vários outros possíveis problemas em viagens, enquanto o residencial se concentra em indenizar em caso de incêndio, queda de raio e por aí vai.

Seguros corporativos

Os seguros corporativos, por sua vez, são voltados às empresas e cobrem vários tipos de riscos. O de responsabilidade civil, por exemplo, é útil para indenizar os danos que sua empresa pode provocar a terceiros. Já as coberturas voltadas ao transporte, indenizam em caso de danos nas mercadorias transportadas.

Por que contratar um seguro para o ano que vem?

Você já se comprometeu a fazer alguma coisa no réveillon e deixou de fazer no ano seguinte? Se isso aconteceu, saiba que é o caso de inúmeras pessoas. Ao contratar um seguro, você se organiza para cumprir as metas sem deixar a segurança de lado — dos seus bens, da sua empresa e da sua vida.

Manter o seguro em dia, como você pôde ver, é importantíssimo na hora de fazer o planejamento do ano novo. Existem várias opções de seguradoras e algumas personalizam as coberturas adicionais de acordo com a sua necessidade.

Não se esqueça de ver se a empresa que você escolheu é confiável e sempre procurar histórias de clientes antigos, vendo o tempo para a indenização ser paga e conhecendo bem quais são os sinistros da sua cobertura.

E você? O que acha de aprender mais se manter protegido contra os muitos imprevistos que podem acontecer? Então, assine nossa newsletter!

Pessoa usando um notebook com um carrinho azul do lado.

Fique por dentro dos tipos de fraudes em seguros mais comuns

A fraude em seguros se trata de um ato intencional com a finalidade de receber indenização ou benefício que de outra forma não se teria direito. Os tipos de fraudes em seguros têm aumentado cada vez mais e quando essa infração é descoberta, pode levar a sérias consequências, inclusive prisão.

Entre as principais causas das fraudes estão a falta de eficiência na análise de cada caso, facilitando a realização das ações, tendo em vista a percepção do infrator em relação à falta de fiscalização e investigação.

Pensando nisso, elaboramos este post para mostrar quais são os tipos de fraudes mais comuns, suas consequências e as estratégias implementadas pelas seguradoras para evitá-las. Confira!

Homem escrevendo em um caderno algo sobre um corpo.

Você sabe o que é auxílio-doença? Confira nesse post.

No dia a dia, estamos suscetíveis a inúmeras situações que colocam em risco a nossa saúde e integridade física. Infelizmente, alguns infortúnios podem afetar nossa capacidade laboral e até mesmo levar à incapacidade para o trabalho.

Nessas ocasiões, o trabalhador tem direito ao recebimento de alguns benefícios, como o auxílio-doença. Você sabe o que é auxílio-doença? Quem tem direito ao benefício? Quais são os requisitos necessários para recebê-lo?

Com o objetivo de responder essas perguntas sobre o tema, preparamos este post. Confira!

Reunião entre cinco pessoas, estão todos olhando para um tablet, ambos felizes.

Você já ouviu falar do seguro de vida em grupo? Saiba como funciona

O sucesso de uma empresa depende da proteção do patrimônio adquirido, mas também dos cuidados oferecidos à saúde de seus colaboradores. Nesse cenário, o seguro de vida em grupo é o principal aliado dos empreendimentos.

Isso porque ele pode aumentar a qualidade de vida dos funcionários, oferecer aos empresários e membros da empresa a tranquilidade necessária e evitar possíveis perdas financeiras diante de um imprevisto.  Além de ser a mais contratada por oferecer menor custo, quando comparada ao seguro de vida individual, a proteção coletiva tem algumas particularidades.

Confira, a seguir, o que é o seguro de vida em grupo, como ele funciona, quais são as principais diferenças e coberturas.

Conversa entre três pessoas, ambas estão felizes.

3 dúvidas sobre seguro de vida que vamos esclarecer agora para você

As dúvidas sobre seguro de vida são frequentes e costumam gerar divergências entre os especialistas na área, os segurados e demais dependentes, a fim de não perder os direitos adquiridos.

No entanto, ler atentamente as cláusulas do contrato, analisar a situação envolvida e o histórico de desfechos em relação a esse problema. Além da consulta a um especialista, pode ajudar a sanar alguns questionamentos.

Quer esclarecer algumas dúvidas sobre seguro de vida? Então, fique conosco e leia atentamente este post!

Como funciona o seguro de vida?

O seguro de vida é um documento formalizado com as seguradoras, que prevê indenização para o segurado e seus beneficiários em caso de morte, mas pode incluir também coberturas opcionais de invalidez permanente ou parcial.

Frequentemente sua contratação é associada aos idosos, porém, os jovens são clientes em potencial. Principalmente porque ainda não acumularam patrimônio suficiente ou não têm uma família com dependentes.

O custo de seguro de vida leva em consideração fatores comportamentais e epidemiológicos. Nesse caso, indivíduos com diagnóstico de tabagismo e etilismo, além da idade avançada, terão um seguro mais elevado.

Medico escrevendo em sua prancheta.

Quais são as principais dúvidas?

Mesmo após a formalização do contrato, é possível requerer alterações ou reivindicar direitos diante das situações que ocorrem ao longo da vida. Acompanhe a seguir alguns questionamentos sobre o tema em questão!

1. Como é feito o cálculo do seguro de vida?

O valor resulta da análise do perfil do candidato e das coberturas solicitadas. No primeiro caso, englobam a faixa etária, o sexo e o estado de saúde dos indivíduos.

Assim, os jovens são os mais assediados para formalização do seguro e as mulheres também, devido à expectativa de vida maior.

Ressalta-se que muitas seguradoras realizam esse serviço para indivíduos a partir dos 16 anos e algumas estendem até os 80 anos de idade. Entretanto, a maioria opta por fechar contrato com pessoas de até 65 anos.

No segundo caso, além da cobertura básica contratada por morte, é possível incluir custos como invalidez por acidente, serviços de assistência como traslado, funeral etc.

2. Há indenização pelo diagnóstico de câncer?

O câncer atualmente é considerado uma doença crônica e, por isso, é passível de reverter os benefícios pagos pelas seguradoras. Além disso, muito se questiona se no momento da contratação ele já existia, denominando uma doença preexistente.

Teoricamente, a indenização pelo diagnóstico de câncer cobre 50% da cobertura de morte. Excetuando os tumores de pele e sempre observando o período de 60 dias de carência. Todavia, a jurisprudência é divergente em relação a esse porcentual, o que torna indispensável uma avaliação do caso individualmente.

3. Existe profissão recusada pelo seguro?

A seguradora pode recusar a formalização do contrato de indivíduos com profissões consideradas arriscadas. Porém, algumas aceitam esses segurados mediante cláusulas diferenciadas.

Em geral, os profissionais que podem sofrer recusa das seguradoras são: agente penitenciário, mergulhador, piloto automobilístico, trabalhador de plataformas petrolíferas, garimpeiros, aposentado por invalidez, entre outras.

Sanar as dúvidas sobre seguro de vida é fundamental para contratar o serviço adequado para cada indivíduo. Visto que isso ajuda no entendimento dos direitos, termos usados e quais as situações em que a indenização não será plenamente efetivada. O esclarecimento entre as partes é o passo fundamental para uma relação duradoura e de confiança.

E você, tirou suas dúvidas? Ainda precisa de orientações sobre seguro de vida? Então, entre em contato conosco!

Imagens: médico,

E-BOOK TUDO QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE O SEGURO EMPRESARIAL​

Ter um seguro empresarial é indispensável. Afinal, por meio dele é possível proteger o negócio de diversos riscos que podem prejudicar as finanças e destruir todo o trabalho investido na busca do sucesso da empresa.