Categorias

Residencial

seguro com banco ou corretor

Qual a diferença entre fazer contratação de seguro com banco e corretor?

Todo mundo precisa garantir a segurança do próprio patrimônio, não é? Seja empresarial ou individual, é importante se manter protegido de uma variedade de riscos e imprevistos. Porém, será que você sabe qual é a diferença entre fazer a contratação de seguro por banco e por corretor?

É justamente sobre isso que vamos falar neste post, explicando quais são as principais diferenças, além da escolha mais adequada dependendo do seu perfil. O que acha de continuar com a gente ao longo da leitura?

Por que contratar um seguro?

Você já parou para pensar na importância de contratar um seguro? Ao fazer isso, a seguradora se torna responsável por cobrir e indenizar os prejuízos que você ou seu patrimônio possam ter em certas situações — que são chamadas de “sinistros”.

O que isso significa? Na prática, os sinistros são previstos nos contratos e variam de acordo com o plano de seguro que você aderir, entrando como possibilidades os acontecimentos que pertencem tanto às coberturas básicas, quanto às adicionais.

Se você olhar para sua rotina, certamente reparou como é comum acontecer imprevistos, não é? Isso passa por acidentes de carro, furtos, problemas com a empresa e por aí vai. O seguro serve justamente para ajudar nos momentos de desamparo.

Confira as diferenças de fazer seguro com o corretor e com o banco.

Quais são as principais diferenças entre fazer um seguro com o banco e com o corretor de seguros?

O principal ponto que você precisa ter em mente é que essas escolher servem a perfis diferentes. Os bancos e os corretores atendem a vários tipos de consumidores e é importante ficar de olho em que cada ponto pode ser benéfico.

Diversificação

Geralmente, um banco serve para quem não quer se preocupar em escolher serviços e quer resolver o problema o mais rápido possível. Costuma trabalhar em parceria com uma seguradora específica — oferecendo apenas os serviços dela.

Os corretores, por sua vez, permitem que você compare os preços de várias seguradoras diferentes, escolhendo exatamente o serviço que quer. Servem para consumidores mais seletivos, que gostam de maximizar as opções para escolha.

Conhecimento técnico

Conhecimento técnico é um ponto que costuma pesar a favor dos corretores. Isso porque os gerentes de bancos tradicionais não são especialistas em seguros — já que seu trabalho envolve muitas outras funções e atribuições.

Já os corretores, trabalham e se dedicam apenas a isso, ajudando a encontrar boas opções e planos que fazem sentido para você. Ainda assim, é importante pesquisar bem antes de fazer a escolha. Como em qualquer profissão, existem bons e maus profissionais. Por isso, busque por uma corretora de seguros com credibilidade no mercado.

Como você viu, a contratação de seguro com banco ou corretor varia de acordo com suas preferências. O ideal é escolher planos que cobrem os riscos que você mais se expõe, assim como os bens que mais valoriza.

Não se esqueça de ver a opinião de clientes antigos sobre a empresa — independentemente de ser corretora ou banco. Veja quesitos como tempo de indenização e cobertura de riscos.

O que acha de evitar riscos e garantir a segurança na hora de empreender? Então, não deixe de conferir o post em que contamos o que você precisa saber sobre seguros para empresas!

planejamento de ano novo

Planejamento de ano novo: o seu seguro está em dia?

Quando o natal e as férias vêm chegando, muitas coisas costumam passar por nossas cabeças, não é? Afinal, essa é a hora de começar a elaborar o planejamento de ano novo e pensar nas coisas que queremos realizar. Mas, será que o seu seguro está em dia?

É justamente sobre isso que decidimos falar neste post, explicando como você pode se beneficiar com o seguro, quais são os tipos disponíveis e o que você deve se atentar na hora da contratação. O que acha de nos acompanhar nesta leitura?

Qual é a importância do seguro?

Quando você adere a um seguro, acontece uma troca onde a seguradora se compromete a cobrir e indenizar os seus prejuízos. Isso acontece quando o risco está previsto na apólice — variando de acordo com as coberturas que você escolher.

O que isso significa? Pense da seguinte forma: é comum se expor a imprevistos durante a rotina, não é? Isso vai desde problemas com o carro, incidentes na residência e até prejuízos na empresa.

O seguro serve justamente para proteger você, sua empresa e seus bens desses riscos, indenizando e fornecendo outros benefícios. A ocorrência é chamada de “sinistro” e caso aconteça, basta acionar a seguradora com os documentos em mãos.

Quais são os tipos de seguro disponíveis no mercado?

Você certamente deve ter percebido como os imprevistos que acontecem na sua vida são diferentes dos imprevistos nas vidas dos outros, não é? É por esse motivo que as opções de seguros são variadas e se adaptam a perfis distintos.

Seguros pessoais

As coberturas pessoais são moldadas com base nas necessidades de pessoas físicas. O seguro de viagens, por exemplo, cobre despesas médicas, extravio de bagagem e vários outros possíveis problemas em viagens, enquanto o residencial se concentra em indenizar em caso de incêndio, queda de raio e por aí vai.

Seguros corporativos

Os seguros corporativos, por sua vez, são voltados às empresas e cobrem vários tipos de riscos. O de responsabilidade civil, por exemplo, é útil para indenizar os danos que sua empresa pode provocar a terceiros. Já as coberturas voltadas ao transporte, indenizam em caso de danos nas mercadorias transportadas.

Por que contratar um seguro para o ano que vem?

Você já se comprometeu a fazer alguma coisa no réveillon e deixou de fazer no ano seguinte? Se isso aconteceu, saiba que é o caso de inúmeras pessoas. Ao contratar um seguro, você se organiza para cumprir as metas sem deixar a segurança de lado — dos seus bens, da sua empresa e da sua vida.

Manter o seguro em dia, como você pôde ver, é importantíssimo na hora de fazer o planejamento do ano novo. Existem várias opções de seguradoras e algumas personalizam as coberturas adicionais de acordo com a sua necessidade.

Não se esqueça de ver se a empresa que você escolheu é confiável e sempre procurar histórias de clientes antigos, vendo o tempo para a indenização ser paga e conhecendo bem quais são os sinistros da sua cobertura.

E você? O que acha de aprender mais se manter protegido contra os muitos imprevistos que podem acontecer? Então, assine nossa newsletter!

Pessoa usando um notebook com um carrinho azul do lado.

Fique por dentro dos tipos de fraudes em seguros mais comuns

A fraude em seguros se trata de um ato intencional com a finalidade de receber indenização ou benefício que de outra forma não se teria direito. Os tipos de fraudes em seguros têm aumentado cada vez mais e quando essa infração é descoberta, pode levar a sérias consequências, inclusive prisão.

Entre as principais causas das fraudes estão a falta de eficiência na análise de cada caso, facilitando a realização das ações, tendo em vista a percepção do infrator em relação à falta de fiscalização e investigação.

Pensando nisso, elaboramos este post para mostrar quais são os tipos de fraudes mais comuns, suas consequências e as estratégias implementadas pelas seguradoras para evitá-las. Confira!

Mulher usando uma calculadora.

Como é calculado o valor da indenização dos bens segurados?

Sempre que um imprevisto acontece, você se preocupa em encontrar uma solução eficiente para o seu problema. Quando há um seguro, esses imprevistos não são mais motivos de dor de cabeça. Porém você sabe como é o cálculo do valor da indenização dos bens segurados?

Esse é um assunto que poucas pessoas dominam, mas é importante para entender se você está completamente protegido. Por isso, resolvemos mostrar a você como funciona a conta do pagamento dos bens segurados em caso de um sinistro. Quer saber mais? Continue com a leitura!

Homem fazendo o monitoramento de sua residência pelo celular.

Conheça 6 equipamentos de segurança residencial e empresarial

Contar com equipamentos de segurança residencial e empresarial é essencial para garantir a proteção do patrimônio, principalmente quando os riscos de furtos, roubos e demais ações que causem prejuízos financeiros crescem de forma relevante, proporcionando um sentimento de insegurança entre as pessoas.

Existem diversas ferramentas disponíveis no mercado para diminuir a vulnerabilidade das residências e empresas diante desses fatores, e é importante que você saiba as funcionalidades de cada uma.

Pensando nisso, elaboramos este post para apresentar alguns equipamentos de segurança existentes e mostrar como funcionam. Confira!

Assistências de seguro residencial: saiba quais são essenciais

Ter algumas assistências de seguro residencial incluídas na apólice pode ser muito benéfico. Tendo em vista que os serviços oferecidos podem propiciar economia de tempo e dinheiro para o segurado. Trata-se de tarefas essenciais e emergenciais que podem ser muito úteis em algumas situações imprevisíveis.

Caso esteja considerando a possibilidade de aquisição de um seguro residencial, é importante que você saiba quais são essas assistências. E, assim, avaliar se vale a pena ou não contratá-las.

Pensando nisso, preparamos este post para falar um pouco sobre algumas delas. Confira!

Encanador arrumando uma encanação.

Encanador

Tendo essa assistência de seguro residencial, caso o cano estoure, uma torneira quebre, a pia entupa ou demais intercorrências, você poderá contar com o auxílio de um profissional qualificado para resolver o problema.

Chaveiro

Entre as emergências em que o serviço de um chaveiro é necessário estão a quebra de uma chave ao tentar abrir a porta ou a sua perda, o que impossibilita o morador de entrar na própria residência.

Eletricista

Entre as principais assistências do eletricista estão o conserto de pequenos curtos-circuitos, a troca de lâmpadas e resistências queimadas e outros reparos elétricos que podem ser solucionados por um profissional especializado e que compõe a equipe da seguradora contratada para tratar da proteção da casa.

Duas formigas.

Dedetização

Para manter o bem-estar e evitar a disseminação de insetos e outras espécies que podem comprometer a saúde e o conforto dos moradores e até mesmo a higiene da residência. A dedetização é um serviço essencial que também pode ser oferecido pela assistência de seguro residencial.

Troca de telhados

Gatos e pássaros de grande porte são uns dos principais responsáveis pela quebra de telhados, assim como os ventos ocasionados por tempestades. Para não ter que ficar fora de casa por goteiras provocadas pelas danificações, você pode entrar em contato com a seguradora e solicitar a substituição do telhado caso o serviço esteja inserido na apólice.

Conserto de equipamentos eletrônicos

Um outro serviço que pode ser solicitado ao contratar um seguro residencial é o conserto de equipamentos eletrônicos da casa. Além disso, caso precise desocupar a residência por algum motivo que impossibilite que você permaneça nela, é possível contar com o transporte e armazenamento de móveis.

Vários objetos de trabalho em cima de uma mesa

Check up do lar

Se você precisa fazer um check up da casa antes de uma reforma, o seguro residencial pode fazer essa tarefa. Desde que esteja disponível no serviço contratado.

Limpeza da caixa-d’água

Manter o reservatório da casa limpo é primordial para cuidar da saúde dos residentes. O seguro residencial pode ajudar nisso por meio da higienização da caixa-d’água, desde que a assistência esteja na apólice do seguro.

Vale lembrar que a lista de assistências não se limita às expostas neste conteúdo. Além disso existem diversos itens que podem ser contratados ou não. Portanto para entender quais se adéquam melhor às suas necessidades, o ideal é conversar com um corretor de seguros. Que dará toda orientação necessária em relação ao tipo de cobertura e serviços opcionais que podem ser englobados na apólice do seguro.

Enfim, como você pôde perceber, as assistências de seguro residencial podem ser extremamente importantes em certos momentos da vida. Por isso, busque por uma empresa de confiança. Como a LGD seguros, e tenha o auxílio completo 24 horas para o seguro contratado.

Quer contratar o seguro ideal para a sua residência? Entre em contato com a gente e veja como podemos ajudar!

Imagens: encanador, formigas, casa.

coberturas do seguro residencial

Você sabe como ter a melhor cobertura de seguro residencial?

Cada vez mais, os brasileiros têm percebido a necessidade de protegerem o seu imóvel. No entanto, muitos ainda não descobriram qual o melhor seguro residencial, quais são as principais coberturas e vantagens desse tipo de serviço.

Possivelmente, o imóvel é o seu bem de maior valor e protegê-lo significa garantir que os imprevistos não serão capazes de abalar o patrimônio construído ao longo de muitos anos de trabalho. Além disso, esse investimento ajuda no controle financeiro, já que o segurado poderá eliminar diversos gastos decorrentes de emergências.

Quer saber qual o melhor seguro residencial? Confira a seguir tudo o que você precisa saber!

Três pessoas segurando uma mini escultura de uma casa.

Seguro residencial e seguro residencial veraneio: quais as diferenças

Você dedicou tempo e dinheiro para manter uma casa de veraneio — seja ela na praia ou no campo — e, quando chega para curtir suas merecidas férias, descobre que o imóvel está cheio de problemas. Resultado: passa boa parte do tempo resolvendo os aborrecimentos e aproveita pouco. Isso quando dá para consertar, pois às vezes a natureza do problema é tão grave que o imóvel se torna inutilizável.

Para ajudá-lo a evitar esse tipo de surpresa desagradável, vamos tratar do seguro residencial veraneio. Um tipo de seguro residencial que pode protegê-lo desse tipo de situação. Mas não é só isso! Também explicaremos o que ele cobre, como pode ser contratado e as diferenças em relação a um seguro tradicional para casas.

Preparado para conhecer um pouco mais sobre o salvador das suas férias? Então, continue lendo este post e esqueça os problemas já!

Duas pessoas dando um aperto de mão em um escritório.

O que é um seguro residencial veraneio?

O seguro residencial veraneio é um tipo de apólice que leva em consideração as peculiaridades de um imóvel que costuma ficar boa parte do tempo fechado. Podendo sofrer pela falta de uso, e normalmente tem estruturas próprias como piscina, área de lazer com churrasqueira, entre outros.

Desse modo, ele cobre não só a parte clássica, residencial, mas também leva em conta essas características especiais. Ao contratá-lo, você terá cobertura para:

  • manutenção de ar-condicionado e torneiras caso elas falhem por falta de uso;
  • reposição e troca de vidros quebrados se as crianças da família se excederem durante o futebol;
  • responsabilidade civil e familiar, que cobre danos causados por familiares ou terceiros — como empregados;
  • desmoronamentos;
  • incêndios, explosões e fumaça no caso de grandes e pequenos imprevistos provocados por uma panela de pressão, por exemplo;
  • vazamentos de gás ou tubulações.

Há inúmeras vantagens de estar segurado em várias possibilidades de acidentes ou dificuldades. Portanto a certeza de não ter que interromper suas férias para cuidar de chateações não tem preço. Isso sem contar com a segurança que o imóvel adquire, livrando você de perder o investimento de toda uma vida.

Como funciona um seguro residencial convencional?

Um seguro residencial convencional está mais voltado para a segurança do imóvel como um todo e para as urgências do dia a dia. Assim sendo, essa cobertura é rica em serviços de assistência 24 horas. Como chaveiros, vidraceiros, danos elétricos e eletrônicos, furto e roubo, entre outros.

A assistência 24 horas pode incluir limpeza de caixa d’água e conserto de linha branca de eletrônicos (geladeira, máquina de lavar etc.).

Quais as principais diferenças e como contratar?

Em suma, o seguro residencial veraneio difere do residencial apenas em alguns itens. Geralmente, ele não cobre roubos e furtos qualificados, danos elétricos e eletrônicos em estruturas nem pagamento de aluguel. Mas todos os outros serviços, inclusive os de assistência 24 horas, podem ser utilizados na sua casa de férias.

Porém, antes de qualquer decisão, o ideal é conversar com um corretor de seguros para explicar as necessidades do seu imóvel. E, assim, contratar serviços adicionais ou não. Lembre-se: o importante é estar seguro e não ter aborrecimentos nas suas férias.

Enfim, como você viu, um seguro residencial veraneio pode ser um aliado importante para as suas férias. O seu patrimônio e a segurança da sua família. Afinal, ninguém quer interrupções nos momentos de lazer por causa de uma janela com vidro quebrado ou da falta de ar-condicionado em um dos quartos.

Enfim, agora que você já sabe tudo sobre esse tipo de cobertura, que tal entrar em contato conosco e fazer uma cotação?

Imagens: negócio fechado, casa.

Conversa entre duas mulheres, ambas estão felizes.

Contrato de seguro: quais os principais cuidados você deve tomar?

Antes de escolher uma empresa é muito importante verificar qual a sua reputação no mercado.

Firmar um contrato de seguro significa garantir proteção e assistência ao patrimônio, menos dores de cabeça e mais tempo para se dedicar a outras atividades, aumentando a qualidade de vida do contratante. No entanto, é necessário prestar atenção aos detalhes na hora de fazer a escolha a fim de evitar dores de cabeça no futuro.

Pensando nisso, fizemos este post com a finalidade de orientar sobre alguns cuidados que você deve tomar na hora de contratar um seguro. Continue a leitura e confira!

Verifique a reputação da seguradora

O sucesso no contrato de seguro depende da pesquisa. Antes de escolher uma empresa é muito importante verificar qual a sua reputação no mercado. Para isso, a internet é uma ótima aliada. Assim, busque referências sobre a seguradora, visite suas redes sociais, leia os comentários dos usuários e não se esqueça de consultar os sites de defesa do consumidor e da SUSEP.

Procure o melhor custo-benefício e assistência

Prefira as seguradoras que oferecem um bom custo-benefício em relação aos serviços oferecidos. O seguro é um investimento, portanto, o preço é importante, mas não deve ser o único critério de escolha. Portanto, o recomendado é fazer as cotações com o auxílio de um corretor.

Cada modalidade de seguro tem suas particularidades. O seguro auto, por exemplo, usa o Questionário de Avaliação de Risco para determinar o valor. Entenda quais são os critérios adotados e escolha a empresa que oferece maior disponibilidade de negociação, 110% do valor segurado (se for o caso) e melhores condições de pagamento.

Além disso, o valor final está ligado ao tipo de cobertura escolhida. O investimento só vale a pena se a seguradora cumprir com o combinado. Então, procure se informar sobre a qualidade e agilidade da assistência, canais de comunicação com a empresa e atendimento pós-venda.

Escolha a cobertura adequada ao seu perfil

Acima de tudo, tome cuidado para não contratar serviços que não serão úteis. Inclua no contrato apenas as assistências que farão a diferença nas horas de emergências ou sinistros. Para escolher a cobertura ideal preste atenção à sua rotina e ao objeto segurado – as necessidades de um seguro variam de acordo com o bem protegido, pois as de um seguro auto não são iguais às de um seguro empresarial, por exemplo.

Os serviços disponíveis variam de acordo com a seguradora e algumas delas são especialistas em determinados riscos. Estude as modalidades oferecidas e franquias. Tome conhecimento de quais itens não são contemplados pela apólice. Antes de assinar o contrato é preciso garantir que as expectativas serão atendidas.

Pessoa escrevendo algo em um livro sobre o Contrato de seguro.

Fique atento ao contrato de seguro

Detalhes fazem toda a diferença. Esclareça o significado dos termos técnicos e certifique-se de que todos os riscos cobertos estão na apólice. O contrato é um documento com valor jurídico e nele são formalizadas as obrigações e direitos da seguradora e do segurado. Em termos gerais, o documento deve contar com:

  • dados dos envolvidos na negociação;
  • riscos cobertos e não cobertos;
  • data de emissão;
  • período de vigência;
  • limites máximos de garantias e indenização de cada cobertura;
  • valor do prêmio e outros dados fiscais.

Portanto, a assinatura do contrato é um momento importante. Nessas horas, contar com um corretor é indispensável para adquirir o melhor produto e não cair em ciladas.

Tenha um corretor à sua disposição

O contrato de seguro é complexo e para fazer um bom investimento é preciso de experiência no assunto. Para isso existem os especialistas em seguros, que são responsáveis pela intermediação entre segurado e seguradora, proteção do patrimônio e avaliação de riscos.

Os corretores detêm conhecimento sobre o mercado, liquidação, regulação de sinistro e renovações e por isso são profissionais credenciados pela SUSEP. Além disso, esses especialistas buscam oferecer aos segurados as melhores soluções e ofertas.

Ao tomar essas precauções você acertará na contratação. Procure uma corretora confiável e preze pelo diálogo, afinal, não podem restar dúvidas quando o que está em jogo é o seu patrimônio e bem-estar.

Enfim, agora que você já sabe quais são os cuidados relacionados ao contrato de seguro, assine a nossa newsletter e fique sempre por dentro do assunto!

Imagens: empresariascontrato.

E-BOOK TUDO QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE O SEGURO EMPRESARIAL​

Ter um seguro empresarial é indispensável. Afinal, por meio dele é possível proteger o negócio de diversos riscos que podem prejudicar as finanças e destruir todo o trabalho investido na busca do sucesso da empresa.